CONSELHO APROVA TRANSGÉNICOS NO BIOLÓGICO

CONSELHO APROVA TRANSGÉNICOS NO BIOLÓGICO

2007/06/12 _ Ministros da Agricultura optam pela contaminação
No Conselho de Agricultura de hoje em Bruxelas os Ministros europeus aprovaram uma autorização de contaminação dos alimentos biológicos com organismos transgénicos (OGM). Trata-se da revisão do Regulamento da agricultura biológica, que até agora previa tolerância zero à presença de OGM contaminantes. Com a decisão de hoje passará a permitir-se até 0,9% de OGM “adventícios ou tecnicamente inevitáveis”…

Dados adicionais:
– O ministro da agricultura português também votou a favor da contaminação da agricultura biológica.
– Esta revisão do regulamento entra em vigor a 1 de Janeiro de 2009.

One thought on “CONSELHO APROVA TRANSGÉNICOS NO BIOLÓGICO

  1. Agricultura BioTrangén
    A aprovação por Portugal de uma margem de 0.9% de OGM nos produtos biológicos evidencia a total inconsciência do que está a ser discutido. Quando se trata de produtos biológicos debate-se a integridade orgânica, molecular e estrutural. 0.9% é contaminação!
    Admitir uma % de contaminação é admitir a proliferação dos OGM’s em território europeu. Aceitar contaminação é admitir que é impossível cultivar trangénicos sem contaminar o meio (o que é verdade!). Vetar a contaminação implicaria vetar a entrada de trangénicos… e parece-me que o pretendido é escancarar a porta à entradade OGM.
    Não será muito difícil prever que em relativamente pouco tempo esta ridícula taxa admissível não terá qualquer significado, tal como considerar um alimento biológico quando contaminado a 0.9%.
    Ainda há pouco tempo o 1.º Ministro defendia a importância da agricultura biológica na economia portuguesa. Ao aprovar a contaminação aprovou a sua aniquilação. Qual o objectivo da politica portuguesa em matéria de produção agrícola. Quanto vai Portugal ganhar com a entrada desregrada de OGM nos nossos campos, nas nossas produções agrícolas. Que acompanhamento, monitorização, está a ser praticada pelo Estado relativamente aos impactes ecológicos do cultivo de milho trangénico a que se assiste nos campos da lezíria do Tejo? Qual a capacidade do nosso Estado para o fazer?
    A proliferação de OGM´s contamina o meio e não há Ministro capaz de impor taxas de contaminação nem de reverter processos irreversíveis.
    A humanidade condena-se a si própria ao admitir que Srs. Ministros desprovidos de consciência actuem em matérias de consciência, o mesmo é dizer que, entregar o nosso futuro enquanto espécie, enquanto seres livres, a indivíduos incapazes de compreender a dimensão dos seus actos é uma atitude ainda menos inteligente.
    Todo o processo de liberalização dos OGM decorre na maior das passividades e praticamente desconhecido da opinião pública, pelo menos na dimensão do entendimento.
    Se continuarmos a admitir este tipo de alineamento sem ripostar é como se tivéssemos aprovado a decisão do nosso Sr. Ministro. É necessário sair à rua massivamente, é necessário despertar consciências. É urgente passar aos actos.
    Defendamos o direito à saúde, integridade, indignação e protecção da sustentabilidade do meio capaz garantir continuidade da nossa espécie.
    AMMI
    13.06.2007

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.