Finalmente!

Finalmente!

 

Com a carta acima a Agência Portuguesa do Ambiente (APA) deu finalmente a conhecer a informação que tem consigo relativamente à localização das culturas transgénicas comerciais em Portugal. A APA só tem dados de 2007 e 2008, e não tem todos os dados que são recolhidos (veja aqui uma página de exemplo). Entre outras coisas continuam a faltar as listagens dos parcelários, que são as que realmente indicam as localizações dos terrenos. Mas graças à determinação da Plataforma Transgénicos Fora e à vontade de cumprir a lei por parte da Secretaria de Estado do Ambiente, já está disponível alguma informação. Fez-se (alguma) justiça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.