Prémio Nobel Alternativo 2010: Transgénicos não são o caminho

Prémio Nobel Alternativo 2010: Transgénicos não são o caminho

2010/05/31 – Humberto Ríos Labrada, agrónomo cubano, é um dos seis vencedores em 2010 do Goldman Environmental Prize, vulgarmente conhecido como o Prémio Nobel Alternativo. Este cientista especializado em biodiversidade agrícola desenvolve há mais de uma década um trabalho de fundo em parceria com agricultores em numerosas comunidades cubanas – o que começou com 25 pessoas em três pequenas regiões agora abrange mais de 50 000 agricultores em todo o país e cerca de uma centena de investigadores.

O segredo? Uma abordagem participativa à biodiversidade agrícola, em que os lavradores trocam conhecimentos e sementes num contexto de controlo local dos factores de produção. O resultado? Em comunidades que antes produziam apenas algumas variedades de poucas espécies, produzem-se agora dezenas de variedades diferentes de múltiplas espécies. Não se usam pesticidas nem fertilizantes sintéticos e a mais valia nutricional aumentou substancialmente. Estes métodos, inicialmente ridicularizados, são agora ensinados nas universidades cubanas e fomentados oficialmente.

E quanto à utilização de transgénicos? Segundo Humberto Labrada, “Usar sementes transgénicas é um passo atrás, porque implica uma dependência de alguém exterior para produzir comida […]”. Ou seja, a diversificação na agricultura pode alimentar quem precisa, os transgénicos é que nem por isso.

Para ler a notícia original, basta clicar e descarregar: Diversity the Best Option for Cuban Farmers.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.